Oxum

oxumOxum é o Orixá do Amor e a “mais feminina” de todas as divindades da Umbanda. Rege a fertilidade e o poder de gestação. É a senhora das águas doces, que irrigam os campos, garantindo fartura, e também do ouro. Por isso, identifica-se com todas as manifestações de riqueza. Está associada a Nossa Senhora Aparecida.

Oxum é a força dos rios, que correm sempre adiante, levando e distribuindo pelo mundo sua água que mata a sede. É a Mãe da água doce e Rainha das cachoeiras. Orixá da prosperidade e da riqueza interior, ela é a manifestação do Amor, puro, real, maduro, sensível e incondicional, por isso, é associada à maternidade e ligada ao desenvolvimento da criança ainda no ventre da mãe. É Oxum que “tomará conta” do ser até o seu nascimento, quando, então, entrega à Iemanjá. Oxum é a mãe das crianças, seres inocentes e sem maldade, e zela por elas desde o ventre até que adquiram a sua independência. Os seus filhos são a sua maior riqueza.

O casamento, o ventre, a fecundidade e as crianças são de Oxum, assim como, talvez por consequência, a felicidade. Oxum é o amor, é a capacidade de sentir amor. Ela é o elo que une os seres sob uma mesma crença, trazendo a união espiritual. É o elo que une dois seres sob o mesmo amor, agregando-os onde se dá inicio à concepção de uma nova vida. Ela é quem agrega os bens materiais que torna um ser rico, portanto, é conhecida como Orixá da Riqueza, Senhora do Ouro e das Pedras Preciosas.

Oxum é o Trono Natural irradiador do Amor Divino e da Concepção da Vida em todos os sentidos. Como “Mãe da Concepção”, ela estimula a união matrimonial e, como Trono Mineral, ela favorece a conquista da riqueza espiritual e a abundância material.

Ela é tida como o Orixá do Amor ou do coração, ou da concepção. Oxum desperta o amor nos seres, os agrega e dá início à concepção da própria vida. Por isso é tida como a divindade que rege a sexualidade, pois é através dela que a vida é concebida na carne, multiplicando-se.

Sincretismo: Nossa Senhora da Aparecida
Sexo: Feminino
Trono: Amor
Cor: Amarelo
Atuação: Amor, concepção e renovação, fertilidade, agregação
Ferramentas/Oferendas: Balaio, melão, champanhe branca, feijão fradinho, espelho, pente, talco, quindim, perfume, batom, alfazema, almíscar, água de cachoeira, açúcar, mel, quirela, camarão, água de coco, champagne de maçã, licor de cereja
Flor: flores rosas ou amarelas (lírio, margarida, rosa, flor de maio, amor-perfeito etc)
Ervas principais: Erva-cidreira, erva-de-santa-maria, ipê-amarelo, mãe-boa (erva sagrada de Oxum), calêndula, chuva de ouro, trevo três corações etc
Guia: miçangas cristal amarelas
Local: Cachoeiras
Comemoração: 12 de outubro
Saudação Oxum: “Ai iê iê Mamãe Oxum!”

Clique aqui para conhecer a oração a Oxum