Iansã

iansa

Iansã exerce seu domínio sobre o fogo, os raios, os ventos e as tempestades. Seus atributos são a coragem e o dinamismo. Em suas mãos, traz sempre uma espada, símbolo da guerra, e uma espécie de chicote, que usa para impor-se aos desencarnados. O sincretismo de Iansã é Santa Bárbara.

Iansã é um Orixá determinado e impulsivo. Iansã tem a personalidade guerreira. Ela sempre luta por uma causa nobre e por justiça. Iansã, Senhora do tempo, é rápida como ele e não foge às demandas, sendo sempre muito destemida.

Sua qualidade divina nos envolve numa de suas espiras, impondo-nos um giro completo e transformador dos nossos sentimentos viciados. Com isso, ela nos coloca novamente no caminho reto da vida, ou nos lança no Tempo, onde nossa religiosidade desvirtuada será paralisada e esgotada em pouco tempo.

Sua atuação é cósmica, ativa, mas não é inconsequente ou emotiva, porque ela é o sentido da Lei, que não é simplesmente punidor, mas também direcionador. Iansã aplica a Lei nos campos da Justiça e é extremamente ativa. Uma de suas atribuições é colher os seres fora-da-lei e, com um de seus magnetismos, alterar todo o seu emocional, mental e consciência, para, só então, redirecioná-lo numa outra linha de evolução, que o aquietará e facilitará sua caminhada pela linha reta da evolução. As energias irradiadas por Iansã densificam o mental, diminuindo seu magnetismo, e estimulam o emocional, acelerando suas vibrações.

Com isso, o ser se torna mais emotivo e mais facilmente é redirecionado. Mas quando não é possível reconduzi-lo à linha reta da evolução, Iansã paralisa o ser e o retém em um dos campos de esgotamento mental, emocional e energético, até que ele tenha sido esgotado de seu negativismo e tenha descarregado todo o seu emocional desvirtuado e viciado.

Sincretismo: Santa Bárbara
Sexo:
Feminino
Trono:
Justiça
Cor:
Roxo
Atuação:
Atua na justiça, razão, sabedoria,  redirecionamento
Ferramentas/Oferendas:
Alguidar, inhame, ferramentas de aço e ferro, vinho tinto seco, chicote, leque
Flor:
rosa vermelha, rosa branca, girassol, gardênia, palma, espada de Iansã, violeta, flor de cor roxa em geral
Ervas principais: alfavaca, arruda, buchinha do norte, chapéu de couro, cidreira, cipó cravo, espada de Santa Bárbara
Guia: miçanga cristal roxa
Local:
Bambuzal, beira do rio, campo aberto
Comemoração:
04 de dezembro
Saudação Inhansã:
“Eparrei Inhansã!” ou “Eparrei Oiá!”

Clique aqui para conhecer a oração a Inhansã