Oxum

Mamãe Oxum, dourada é a tua de luz, assim como o ouro que te pertence.

Derrame a tua pureza cristalina, Orixá das águas doces. Não permitas que neblina alguma obscureça o meu desejo mais profundo, que é conseguir o amor mais verdadeiro, seguro, eterno e duradouro.

Estás presente nas cachoeiras, que são sagradas por si só. Portanto, faze com que se apague todo sentimento se eu sofrer. Não verterei nenhuma lágrima por aqueles que não me correspondem no amor. Não sofrerei por ninguém que, com mentiras, me faltar com o respeito, porque não permitirás que a frieza, inveja ou ciúmes me traiam.

És doce, protetora, suave e vaidosa, feminina e sedutora. Ó mamãe Oxum! Dai-me o teu axé, dai-me a tua força, dai-me a alquimia como o néctar mais sublime, para eu saber como respeitar e venerar. No mel está o teu segredo, que eu saberei utilizar.

AMÉM.

Oxum
Sincretismo: Nossa Senhora Aparecida
Comemoração: 12 de outubro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s