Caboclos

O caboclo é a imagem do indígena nativo de nossa terra. São Guias que têm como missão principal o ensinamento da espiritualidade e o encorajamento da fé, pois é por meio dela que tudo se consegue. São guerreiros, determinados e corajosos, e buscam transmitir estas características para seus consulentes.

São espíritos que trabalham na caridade nos ensinando a amar ao próximo e à natureza. Trabalham muito nas sessões de desenvolvimento mediúnico, nas desobsessões, na solução de problemas (psíquicos e materiais), nas demandas materiais e espirituais e em uma série de outras atividades executadas nos terreiros.

São exímios caçadores e profundos conhecedores das ervas e seus princípios. Suas receitas produzem curas, limpam a nossa aura e proporcionam uma energia de força para nos auxiliar no que precisamos.

Caboclos e Preto-Velhos manipulam ervas de todos os Orixás porque têm essa autorização e conhecimento, conforme o grau elevado que os distingue.

 

Cor: Verde / verde e branco (bicolor)
Atuação: Abertura de caminhos, fartura, prosperidade e curas.
Ferramentas/Oferendas: Arco, flecha, ofá, fitas, cocar, charuto, defumador, cuia, penas
Guia: Contas verdes ou verdes e brancas
Flores/Ervas: todas as flores (especialmente flores do campo e samambaia); todas as ervas
Local: Matas
Comemoração: 20 de janeiro (Dia de Oxóssi) ou 02 de julho (na Bahia)
Saudação Caboclo: “Okê caboclo!”